Retrato falado

Essa poema retrata a forma como eu vejo o ser humano, na sua forma mais pura de ser.
Onde conseguimos ultrapassar todos os limites, causando com isso, coisas impensáveis.

Retrato falado

Aqui a morte é coisa pouca
cria tua ira, maneje-a
descarte o óbvio e…
deposita na tua criatura, a sorte

Esse animal em desenvolvimento
causará dor e sofrimento
eu afirmo, sou o criador
o criado deixou na porta, o documento…

ele te da acesso a tudo
o documento não é uma folha
tão menos cópia, então copia pra não perder
porque se for perdido, acabou pra você!

Come tudo quanto é tipo de angústia
mas se for família de filha única, ela lambe os beiços
joga os seios pra cima e vai!
cuidado pra não cair no excesso de cuidado de teu pai…

Se não o plano também falha.
o cérebro já vem depravado e escangalhado
cuidado com algumas palavras
se ouvidas, pelo monstro, é como cair de cara.

Amor, compaixão e empatia
Além de perigosas, nem se quer rimam.
Troque “esperança” por angústia e tristeza,
adicione “trabalho” e assim terá comida na tua mesa.

NOTA DO EDITOR: Eu, Thiago, admiro muito e tenho muito respeito por quem tem talento para fazer poesia. Quando recebi esse poema do Murilo e fui dar o feedback a ele, comentei que gostaria de ter esse talento, acho que seria mais uma forma de expressar o que sinto em forma de arte. Ele então respondeu que isso vem naturalmente.

Foi então que explicou como surgiu esse poema que acabamos de ler:

Esse poema saiu depois d’eu ver um vídeo de um cara que se suicidou; Os bombeiros já tinham controlado a situação, só que um grupo de pessoas ficou gritando “pula, pula, pula” e o garoto pulou, 17 anos, morreu.

– Putz, soube disso é fiquei profundamente triste e ao mesmo tempo indignado. E foi bem aqui em Curitiba, o que acrescentou decepção aos meus sentimentos.

Estamos mandando um carro pro espaço, e isso ainda acontece aqui, é frequente…

E assim, sabendo o contexto real e contemporâneo que inspirou a arte, parece que o mesmo ganha ainda mais força, mais sentimento. Se torna ainda mais impactante.

Que bela arte a do Murilo. E que mais artistas consigam tirar beleza e arte de tragédias e do cotidiano quase sempre triste e sombrio em que vivemos.