5 conto num videogame? flw vlw

Recentemente foi noticiado o valor que o Playstation 5 custará no Brasil: 5 mil Reais (na versão sem leitor de mídia física o valor é de 4.500). Eu gostaria de poder ter esse valor pra comprar um? Sem dúvida! Vale a pena comprar mesmo sendo parcelado? Não pra mim.

Eu nunca fui o que hoje se chama de early adopter, quer dizer, nunca tive algo que tenha sido lançado há pouco tempo, comprando no lançamento ou até mesmo reservando na pré-venda. Tanto com videogames como com gadgets em geral, como celulares por exemplo.

Primeiro que nunca tive dinheiro pra isso. Segundo, que não vejo o ponto nisso, não entendo essa necessidade. Não dá pra esperar um pouquinho? Nem que seja uma promoção, uma black friday talvez? Qual a sua urgência em ter um objeto que não é realmente essencial na sua vida? A única explicação que encontro é que você quer mostrar para os outros que tem e que pode comprar. Pura ostentação.

Eu realmente julgo quem faz isso, desculpe, não sou tão evoluído assim ainda. Eu realmente creio que eu só seria parte desse grupo de pessoas que compra coisas caras assim em pré-venda se eu ganhasse rios de dinheiro, tipo um Neymar, pessoas que ganham o valor do objeto em questão em horas.

Mas no meu caso, eu só teria esse valor depois de meses de trabalho e num cenário em que eu não gasto 1 centavo no mês. Totalmente irreal, lógico. É claro que sempre tem um parente ou amigo que pode emprestar um cartão de crédito em que eu poderia parcelar a compra em 10x de R$ 500. Só que aí, além de me comprometer em pagar o valor durante dez meses (quem garante que eu vou ter isso durante todo esse tempo?), isso ainda comprometeria grande parte da minha renda pessoal, sendo que mesmo somada à da minha esposa, ainda é muito dadas todas as despesas mensais da família.

Isso sem falar que não dá pra ter um videogame e não comprar jogos. Cada jogo tem valor previsto de lançamento de R$ 350 e caso eu queira um joystick extra pra jogar com minha filha ou um amigo que viesse visitar, eu precisaria dispender outros R$ 500. Quinhentos fucking Reais num joystick. Dessa forma, não existe nenhum cenário realista em que eu teria condições de ter um aparelho desses agora. Mas eu realmente não tenho urgência nenhuma nisso.

O último videogame que comprei foi um PS3. Usado. Em 2012 ou 2013, não lembro. Mas sei que comprei de um amigo que estava vendendo para comprar um PS4. Desde então passei a gastar dinheiro com outras prioridades, mesmo que ainda gostasse muito de jogar. A maioria dos jogos comprei em promoções, barganhas. E tem muitos aqui comigo que são emprestados de pessoas que nem jogam mais e acabaram deixando aqui comigo. Então gastar dinheiro com o videogame é algo que já não faço há tempos.

Não que eu não queira. Uma vez meu amigo viajou e deixou o PS4 dele comigo. Ele tinha comprado o jogo do Homem-Aranha há pouco tempo. Eu joguei todo santo dia. Foi o primeiro jogo que platinei (fazendo 100%) pelo que eu me lembre. Fiquei deslumbrado. Queria muito ter o meu próprio PS4. E ainda quero. Minha esperança é que agora, com o lançamento da nova geração, eu consiga comprar um, da mesma forma que foi quando comprei o o meu atual.

E não é só isso. Eu também gostaria muito de ter um Nintendo Switch. Amo a Nintendo, adoraria poder jogar Mario e Mario Kart todos os dias. E ainda não superei os videogames de movimento, como o Wii e o Kinect. Também adoraria ter ambos para poder jogar com minha filha e, nesse caso, até minha esposa ia jogar (pois ela curte videogame, só acha muito complexo os comandos e não tem muita paciência). Mas gastar dinheiro com tudo que eu gostaria de ter e manter uma família, pagar aluguel, internet, streaming, luz, água… todas essas despesas normais da vida adulta… É impossível.

Assim sendo, eu nem diria que sinto pesar ao afirmar que nem tão cedo terei um PS5. Eu já me acostumei com a ideia de que esse tipo de vida não é pra mim, não é minha realidade. E honestamente nem sei se eu queria que fosse. Talvez isso se tornaria tão fútil pra mim, talvez eu não desse o mesmo valor que dou para o que consigo comprar hoje, se eu fizesse parte dessa parcela da sociedade.

Eu posso imaginar a satisfação que eu sentirei no dia em que conseguir comprar um PS4 (ou quem sabe um Switch). E isso somente quando essa nova geração já tiver chegado e os valores da (ainda) atual geração caírem. Ou os amigos que cometem essa loucuras resolverem se desfazer dos games atuais.

Acho que divaguei demais e não sei se fiz meu ponto tão claro. Esse texto, na verdade, deveria apenas ser um desabafo, uma forma de externar que eu não entendo a necessidade de se apertar e comprar um videogame de 5 mil Reais nunca, tampouco num momento onde estamos diante de uma crise que há muito não se via (por mais que estejamos sempre em crise). E também uma forma de dizer que ter paciência e saber das suas prioridades é fundamental nessa questão.

Ainda há muitos jogos bons e divertidos na geração atual e que podem nos fazer felizes durante alguns bons anos antes de migrar para a nova. Eu sei pois me divirto muito ainda com o PS3. Isso porque nem tô entrando no mérito de curtir games retrô ou os bons e velhos emuladores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.